CIEE
 
Falar bem é exigência até para estágio
 
 
 
Saber falar bem em público - exigência do mundo corporativo - é uma das habilidades mais valorizadas no perfil profissional. E não vale só para os que já estão trabalhando, mas também para os estudantes e estagiários. Afinal, essa desenvoltura é útil para uma reunião em que estão poucas pessoas ou exposições para uma pequena platéia, quando é necessário vender  uma idéia e mesmo para posicionar-se bem em uma discussão. A habilidade deve começar a ser desenvolvida ainda mesmo no ambiente universitário.
 
A boa expressão, inclusive, pode determinar a conquista da vaga em um processo seletivo de programa de estágio. Pode parecer simples, mas não é. Muita gente treme ao pensar em falar em público ou em expor suas idéias para um desconhecido em uma situação formal.
 
É o caso da estudante Patrícia Sampaio Nunes de Santana, que cursa o primeiro semestre de nutrição na Faculdade São Camilo. Ela conta que a timidez, nessas horas, era um obstáculo difícil de ultrapassar. Para ganhar desenvoltura, participou do curso de expressão verbal ministrado gratuitamente pelo CIEE. “Minha expressão melhorou e percebi que estava mais desinibida, inclusive, em apresentações de trabalho na faculdade”, conta.
 
 
 
Auto-estima - De acordo com a instrutora do curso, Vanessa de Freitas Silva, as aulas ressaltam métodos de organizar as idéias, controlar a ansiedade, ampliar o vocabulário e utilizar a voz e a postura de maneira adequada, o que pode auxiliar no desenvolvimento da capacidade de expor as idéias com clareza. “O processo  passa pelo trabalho da auto-estima e da auto-confiança do estudante”, diz a instrutora. “Muitas vezes, o estudante tem um bom conteúdo, mas não sabe transmiti-lo.”
 
O curso tem duração de uma  semana, com três horas diárias de atividades, nos períodos da manha ou da tarde. É realizado gratuitamente, sempre na última semana do mês, na sede II do CIEE, que fica na rua Tabapuã, 145, no Itaim Bibi, em São Paulo. As inscrições podem ser feitas pelo site www.ciee.org.br , na página estudante.
 
 
 
 Fonte: Jornal O Estado de S.Paulo, SP  - Seção: Classificados - pg: Ce 1, 27/4/2003, Terciane Alves