com Glenda Mezarobba e Juana Kweitel

O tema dos direitos humanos constitui hoje, no ambiente público, o que se costuma chamar de importante gramática moral. Tal gramática abrange as relações entre indivíduos e entre Estados, repercute em distintos campos (político, social, ambiental, comercial e legal, por exemplo) e afeta não apenas as decisões dos grandes líderes como o dia a dia dos cidadãos. A partir da noção de que o tema ultrapassa as fronteiras nacionais, criando uma nova agenda de obrigações e compromissos, o objetivo deste curso é apresentar e refletir sobre as principais questões e desafios a serem enfrentados pelo Brasil neste início de século e suas implicações para o papel de protagonista internacional que busca desempenhar.

ENCONTROS
O que são direitos humanos? Uma breve introdução
1/mar, das 20h às 22h
Desigualdades econômicas, sociais e de gênero
8/mar, das 20h às 22h
Violência e segurança
Violações do passado, comissão da verdade e segurança pública
15/mar, das 20h às 22h
Desenvolvimento e meio ambiente
22/mar, das 20h às 22h
Empresas e responsabilidade social
29/mar, das 20h às 22h
O Brasil no cenário internacional
Soberania e protagonismo
5/abr, das 20h às 22h
INFORMAÇÕES

Duração: 6 encontros
Dias: Quintas-feiras, das 20h às 22h
Encontros: 1/3, 8/3, 15/3, 22/3, 29/3 e 5/4
Local: Casa do Saber Jardins / Mario Ferraz
Preço: R$ 230 na inscrição + 2 parcelas de R$ 230

SOBRE AS PROFESSORAS
Glenda Mezarobba
é doutora em Ciência Política e pesquisadora da Unicamp.

Juana Kweitel
é mestre em Direito Internacional dos Direitos Humanos e Diretora de Programas da Conectas Direitos Humanos.



com Tereza Aline Pereira de Queiroz

Os deuses gregos sofrem de uma inquietação constante: a de se imiscuir nos afazeres dos meros mortais. Planejam amores e guerras, catástrofes e catarses, fazendo-se materialmente presentes através de imagens e templos. Os deuses e suas histórias servem para justificar a existência ou ausência das coisas, do caos ao tempo, do Universo à morte. Transformistas, disfarçam-se de humanos para melhor agir na Terra. Assim, o simbolismo astrológico recria os gestos dos deuses na subjetividade, com cada deus interiorizado pelo homem encarregando-se de uma faceta do seu estar no mundo. Em oito encontros, serão discutidos mitologia e simbolismos astrológicos ilustrados nas representações da Antiguidade, do Barroco e do Neoclassicismo.

ENCONTROS
Mercúrio e a habilidade mental
1/mar, das 15h às 17h
Vênus e o amor transitório
8/mar, das 15h às 17h
Marte e o instinto vital
15/mar, das 15h às 17h
Júpiter e a expansão
22/mar, das 15h às 17h
Saturno e o tempo
29/mar, das 15h às 17h
Urano e a liberdade
5/abr, das 15h às 17h
Netuno e o ilimitado
12/abr, das 15h às 17h
Plutão e a morte
19/abr, das 15h às 17h
INFORMAÇÕES

Duração: 8 encontros
Dias: Quintas-feiras, das 15h às 17h
Encontros: 1/3, 8/3, 15/3, 22/3, 29/3, 5/4, 12/4 e 19/4
Local: Casa do Saber Shopping Cidade Jardim
Preço: R$ 230 na inscrição + 3 parcelas de R$ 230

SOBRE A PROFESSORA
Tereza Aline Pereira de Queiroz
é doutora em História pela Sorbonne e professora da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.



com Augusto Nunes, Laura Greenhalgh,
Luciana Villas-Boas e Chantal Reyes
 

A Casa do Saber e a Editora Record convidam para o debate sobre a obra "Os imperfeccionistas", de Tom Rachman.

O romance de estreia do britânico de apenas 37 anos é uma vibrante e apurada radiografia do universo dos jornais impressos e seus profissionais, que, hoje, encontram-se diante de um futuro incerto, ameaçados pela chegada da Internet. Rachman fala de um mundo que conhece bem: antes de se tornar romancista, trabalhou como repórter na "Associated Press" e no "International Herald Tribune".
O encontro, mediado por Luciana Villas-Boas, responsável pela publicação de "Os imperfeccionistas" no Brasil, terá a participação de Laura Greenhalgh, Augusto Nunes e Chantal Reyes, que discutirão duas questões: o jornalismo impresso está sob a iminência de acabar, com as mudanças provocadas pelo jornalismo eletrônico? Existe uma maneira de pensar e sentir comum a jornalistas, independentemente de onde se encontrem?

INFORMAÇÕES

Duração: 1 encontro
Dias: Sexta-feira, 2 de março, das 20h às 22h
Local: Casa do Saber Shopping Cidade Jardim
Inscrições Gratuitas pelo telefone (11) 3707-8900.
Vagas limitadas.

 
SOBRE OS PALESTRANTES
Augusto Nunes
é colunista político da "Veja" on line e colaborador de sua edição impressa.

Chantal Reyes
é jornalista, correspondente no Brasil do jornal francês "Libération".

Laura Greenhalgh
é editora-executiva do jornal "O Estado de São Paulo".

Luciana Villas-Boas
é diretora editorial do Grupo Record.