com Flavia Galli Tatsch

No século 17, a jovem sociedade holandesa gerou uma extraordinária produção artística. Em quatro encontros, serão abordados os contextos religiosos, sociais e políticos que permitiram a emergência de artistas consagrados como Frans Hals, Rembrandt e Vermeer e a maneira como estes e outros artistas holandeses representaram seu país e seus habitantes, com um naturalismo até então desconhecido no Ocidente.

ENCONTROS
Uma jovem república cheia de prosperidade e vitalidade
30/mai, das 19h30 às 21h30
Frans Hals
6/jun, das 19h30 às 21h30
Rembrandt van Rijn
13/jun, das 19h30 às 21h30
Johannes Vermeer
20/jun, das 19h30 às 21h30
INFORMAÇÕES

Duração: 4 encontros
Dias: Quartas-feiras, das 19h30 às 21h30
Encontros: 30/5, 6/6, 13/6 e 20/6
Local: Casa do Saber Shopping Cidade Jardim
Preço: R$ 230 na inscrição + 1 parcela de R$ 230

SOBRE A PROFESSORA
Flavia Galli Tatsch
é doutora em História pela Unicamp.



com Mariza Werneck

O antropólogo francês Claude Lévi-Strauss morreu em 31 de outubro de 2009, pouco antes de completar 101 anos. Ele lançou novas bases para entender o homem, a natureza e a cultura. Sua carreira iniciou-se em contato com os indígenas brasileiros, e o registro desta experiência, em “Tristes trópicos”, até hoje emociona. Muito mais do que um relato de viagem, pode-se reconhecer ali um pensador que forjou sua ciência a partir de intenso diálogo com as artes, a literatura, a música.
O curso, uma parceria entre a Casa do Saber e a editora Cosac Naify, tem como objetivo introduzir o leitor ao pensamento de Lévi-Strauss, realizando um breve panorama da obra, e tentando demonstrar que sua singularidade reside, entre outras coisas, no diálogo que estabelece com os principais saberes do seu tempo, notadamente a linguística, a psicanálise e as artes em geral. Pretende demonstrar também como é possível transformar uma atividade científica em experiência estética.


Parceria

ENCONTROS
Contextualização
O pós-guerra francês e as ciências humanas. O surgimento das ciências da linguagem. A organização de um novo campo de conhecimento: o estruturalismo
30/mai, das 20h às 22h
Introdução à vida e obra de Claude Lévi-Strauss
Tristes trópicos
6/jun, das 20h às 22h
Natureza e cultura
A proibição do incesto e as estruturas de parentesco
13/jun, das 20h às 22h
O aprendiz de feiticeiro
Pensamento selvagem e magia
20/jun, das 20h às 22h
A estrutura dos mitos
Uma cosmogonia em fragmentos. O projeto das Mitológicas. O lugar das artes no pensamento de Claude Lévi-Strauss. Mito e música. Mito e estética surrealista
27/jun, das 20h às 22h
INFORMAÇÕES

Duração: 5 encontros
Dias: Quartas-feiras, das 20h às 22h
Encontros: 30/5, 6/6, 13/6, 20/6 e 27/6
Local: Casa do Saber Jardins / Mario Ferraz
Preço: R$ 287,50 na inscrição + 1 parcela de R$ 287,50

SOBRE A PROFESSORA
Mariza Werneck
é professora do Departamento de Antropologia e do Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências da PUC/SP. Possui doutorado sobre o pensamento mítico e a experiência estética na obra de Claude Lévi-Strauss. Desenvolveu parte de seu doutorado em Paris, na Ecole des Hautes Etudes em Sciences Sociales.