com Jaime Spitzcovsky

O tabuleiro do cenário internacional atual apresenta uma nova gama de peças, muitas delas sem a mesma relevância no século passado. Redes sociais na internet mostraram ser um poderoso instrumento de mobilização política e social, como se verificou na Primavera Árabe. Organizações não governamentais também ganharam um novo fôlego e novos papéis, ao jogar luzes mais intensas sobre temas como meio ambiente, aquecimento global e combate à corrupção. E questões antigas, como terrorismo, petróleo e água, ganham novos contornos no atual momento histórico.

ENCONTROS
Redes sociais, urbanização e a mobilização
31/mai, das 20h às 22h
Governos e ONGs
14/jun, das 20h às 22h
Meio ambiente no cenário geopolítico
21/jun, das 20h às 22h
Terrorismo e suas novas versões
28/jun, das 20h às 22h
Guerra pela opinião pública
5/jul, das 20h às 22h
INFORMAÇÕES

Duração: 5 encontros
Dias: Quintas-feiras, das 20h às 22h
Encontros: 31/5, 14/6, 21/6, 28/6 e 5/7
Local: Casa do Saber Jardins / Mario Ferraz
Preço: R$ 287,50 na inscrição + 1 parcela de R$ 287,50

SOBRE O PROFESSOR
Jaime Spitzcovsky
é jornalista. Foi correspondente da “Folha de S. Paulo” em Moscou e em Pequim; fez coberturas jornalísticas em mais de 40 países, com destaque para regiões como Oriente Médio, ex-União Soviética e Extremo Oriente. Integra o Grupo de Acompanhamento da Conjuntura Internacional (Gacint) da USP.



com Delia Catullo Goldfarb

A crescente longevidade leva a novas formas de existência. Vive-se mais tempo e em melhores condições de saúde, mas as condições sociais e familiares atuais nem sempre são as ideais para o desenvolvimento harmônico e prazeroso desta fase da vida. A fragilidade bio-psico-social e a vulnerabilidade social aumentam com a passagem do tempo, provocando um incremento da necessidade de cuidados e de bem-estar que põem em risco a qualidade de vida. Os grandes desafios que se impõem são os recursos com os quais se pode contar para a manutenção da independência e do prazer e como viver esse período rompendo os preconceitos sobre a velhice para que surjam os “novos velhos”, mais autônomos e ativos. Nesse encontro, serão apresentadas as ferramentas com as quais lida a Gerontologia, surgida como uma ciência interdisciplinar que, com pesquisas e ações de contrageneralização, tenta dar respostas a estes questionamentos.

INFORMAÇÕES

Data: Quinta-feira, 31 de maio, das 20h às 22h
Local: Casa do Saber Jardins / Mario Ferraz
Preço: R$ 115 na inscrição

SOBRE O PROFESSOR
Delia Catullo Goldfarb
é psicanalista e gerontóloga, mestre em Psicologia pela PUC-SP e doutora em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano pela USP. Professora de Psicogerontologia na PUC-SP e diretora da GER-AÇÕES Associação de Pesquisas e Ações em Gerontologia. Autora de “Corpo, tempo e envelhecimento” (Casa do Psicólogo, 1998, disponível na internet) e “Demências” (Casa do Psicólogo, 2004).