O que significa a democracia? Como ela pode existir na prática? Ela é, como dizia Winston Churchill, “a pior forma de governo, tirando todas as outras”? Este curso situa o problema da democracia no âmbito do jogo político contemporâneo, resgatando suas origens na Grécia Antiga e fazendo um contraponto com os riscos e desafios – sobreviver às relações com um mercado globalizado, com a tentação da tirania e os riscos do fundamentalismo.
2 encontros | sábado, das 11h às 13h e das 14h às 16h
11/8 1. A democracia dos antigos, a democracia dos modernos: as origens gregas do conceito e sua aplicação na moderna teoria política – Locke, Rousseau, Habermas
Das 11h às 13h
11/8 2. A democracia, entre o real e o ideal: a democracia no conjunto das outras formas de governo. O problema da divisão do poder. As fronteiras com a economia, a tirania e o fundamentalismo
Das 14h às 16h

Quando: 11/8
Onde:
Casa do Saber Jardins / Mario Ferraz
Quanto:
R$ 260 na inscrição

 


Luís Mauro Sá Martino

é doutor em Ciências Sociais pela PUC-SP. Foi pesquisador-bolsista na Universidade de East Anglia - Inglaterra. É professor da Faculdade Cásper Líbero, autor de “Teoria da Comunicação" e "Comunicação e identidade", entre outros.

Conhecer o Instituto Inhotim é uma experiência única e obrigatória. Maior museu de arte contemporânea a céu aberto da América Latina, o espaço compõe uma paisagem ideal para o florescimento do fenômeno artístico, onde mais de 450 obras de arte dividem o espaço com um imenso jardim botânico, criando um ambiente propício para a fruição estética das obras contemporâneas, entre o natural e o arte-fato. Sob a orientação da artista e professora Denise Gadelha, a incursão neste universo promete ao viajante o contato com novas perspectivas para a percepção da arte e da natureza.

Clique aqui e veja o roteiro completo.

Denise Gadelha

é mestre em Poéticas Visuais pelo Programa de Pós Graduação em Artes Visuais da UFRGS. Atua como artista e professora. Ministra cursos sobre Artes e Fotografia. Recentemente participou da exposição “Geração 00: a Nova Fotografia Brasileira”, curada por Eder Chiodetto, apresentada no Sesc Belenzinho (abril/2011). Foi artista também da mostra “Histórias de Mapas, Piratas e Tesouros” realizada no Itaú Cultural, sob a curadoria de Eduardo Brandão e Cia de Foto (outubro/2010). Conduziu o programa educativo da SP-Arte/Foto (setembro/2010) e o ciclo de palestras na SP-Arte/Foto/2011.