A suspeita é um sentimento que motiva a subversão da ordem vigente, questionando sua legitimidade. Dentro do pensamento moderno, algumas subversões surgiram para destronar instituições estabelecidas como eternas, desvelando a realidade antes maquiada e fornecendo ao homem um espelho e uma janela para o mundo. O curso aborda o que há por trás desses mecanismos de poder e as soluções propostas pelo pensamento de Schopenhauer, Nietzsche e Marx.
6 encontros | segundas-feiras, das 12h30 às 14h30
4/3 1. O pessimismo e o absurdo de Schopenhauer
11/3 2. O otimismo e teoria da felicidade de Schopenhauer
18/3 3. O niilismo de Nietzsche
25/3 4. Amor fati, eterno retorno e o grande estilo de Nietzsche
1/4 5. Ideologia e alienação em Marx
8/4 6. A sociedade sem classes de Marx

Quando: 4/3 a 8/4
Quanto:
R$ 260 na inscrição
+ 2 parcelas de R$ 260
 


Clóvis de Barros Filho

é advogado, jornalista e professor universitário. Possui graduação em Direito pela USP (1986), graduação em Jornalismo pela Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero (1985), mestrado em Science Politique - Université de Paris III (Sorbonne-Nouvelle) (1990) e doutorado em Ciências da Comunicação pela USP (2002). Obteve a Livre-Docência pela Escola de Comunicações e Artes da USP (2007). Atualmente é professor livre-docente da Escola de Comunicações e Artes da USP.

O curso trata dos momentos e pessoas chave que definiram a História do Mundo e do Brasil através dos séculos, enfatizando as decisões e estratégias que definiram uma nova etapa e fizeram o “jogo” mudar para um novo modelo.
2 encontros | sextas-feiras, das 20h às 22h
4/3 1. O nascimento da Democracia: de onde surgiu esta ideia na Grécia
11/3 2. De seita judaica à religião universal - Paulo e a mudança no Cristianismo
18/3 3. Constantino e a religião de Estado – fé e trono
25/3 4. Giotto e a nova arte do Renascimento
1/4 5. As portas do Batistério de Florença e a virada cultural do século 15
8/4 6. Os Médici e o sistema bancário internacional
15/4 7. Enfrentar o Mar Oceano: as navegações
22/4 8. Um homem controlando a nação: o absolutismo de Luís 14
29/4 9. O Iluminismo e a defesa da racionalidade
6/5 10. Robespierre e o estado dos cidadãos
13/5 11. Napoleão e o gênio da estratégia
3/6 12. Bismarck e a unidade alemã
10/6 13. Roosevelt e a reconstrução dos EUA
17/6 14. Getúlio Vargas e o novo Estado Social
24/6 15. Deng Xiao Ping e a mudança do modelo chinês
1/7 16. Steve Jobs e Bill Gates: a ascensão do empreendedor como modelo de felicidade

Quando: 4/3 a 1/7
Quanto:
R$ 345 na inscrição + 5 parcelas de R$ 347

 


Leandro Karnal
é doutor em História Social pela USP.