O curso discute cinco visões filosóficas da história da civilização moderna, que apresentam interpretações de dilemas presentes na experiência cultural da vida contemporânea, do desencantamento do mundo à dissolução da Política. Em cada encontro, uma visão geral do pensamento e da época dos pensadores que representam as bases da Filosofia Contemporânea.

5 encontros | segundas-feiras, das 20h às 22h

19/5

1. Max Weber, civilização e mundo desencantado

26/5

2. Theodor Adorno e as contradições da civilização

2/6

3. Walter Benjamin: a civilização e as ruínas do progresso

9/6

4. Herbert Marcuse e a civilização como recalque da liberdade

16/6

5. Hanna Arendt e a dissolução da Política na Modernidade

Quando: 19/5 a 16/6
Quanto: R$ 241 na inscrição + 2 parcelas de R$ 242


Franklin Leopoldo e Silva
Formado em Filosofia pela USP, onde obteve os títulos de mestre, doutor e de livre-docência. É professor titular aposentado de História da Filosofia Moderna e Contemporânea da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da mesma universidade e, atualmente, é professor visitante da UFSCar. Especialista em Descartes, Bergson e Sartre, escreveu inúmeros artigos e participou de várias coletâneas. É autor de O Conhecimento de Si (Casa do Saber/Casa da Palavra, 2011), Felicidade: dos filósofos pré-socráticos aos contemporâneos (Claridade, 2007), Descartes: a metafísica da modernidade (Moderna, 2006), Bergson: intuição e discurso filosófico (Loyola, S/D) e Ética e literatura em Sartre (Edunesp, 2004).


A obra poética de Fernando Pessoa (1888-1935) é uma das mais belas e fascinantes criações literárias do século 20. Pessoa foi mais que um grande poeta: foi, mais propriamente, um criador de poetas, dotando cada um deles de uma vida e de uma voz própria. Além de ter assinado poemas magníficos com seu próprio nome (como várias peças de Mensagem), Pessoa criou a grande poesia de Alberto Caeiro, Ricardo Reis e Álvaro de Campos (seus três principais “heterônimos”), a quem deu um estilo e pensamentos diversos dos seus. Este encontro abordará a criação dos heterônimos e outras questões centrais para se compreender a poética e o universo pessoanos, destacando fatos importantes da vida e da formação literária do autor, e buscará respostas na leitura atenta de alguns dos mais célebres poemas e textos críticos de Pessoa.

A aula aberta é gratuita e destinada a apresentar um novo professor ao público da Casa do Saber e, para os novos alunos, é também uma oportunidade de ter contato com o ambiente e a dinâmica das aulas. O tema, geralmente panorâmico, serve como uma porta de entrada para assuntos a serem aprofundados em um futuro curso ministrado pelo professor da aula aberta.

1 encontro | quinta-feira, 15 de maio, das 20h às 22h

Vagas limitadas. Inscrições gratuitas pelo telefone (11) 3707-8900.


Rogério Hafez
Ensaísta, tradutor, consultor editorial e autor de várias obras didáticas de Literatura Portuguesa e Brasileira. Foi professor de Grego Clássico no Instituto de Estudos da Linguagem (IEL), da Unicamp. Formou-se em Letras pela USP (Português e Grego) e fez estudos de pós-graduação em Literatura Grega pela USP e pela École de Hautes Études en Sciences Sociales, de Paris. Suas publicações incluem “Fernando Pessoa – Mensagem” e “Fernando Pessoa – Álvaro de Campos”, além de ensaios na Revista USP, diversos artigos na Folha de São Paulo e traduções do grego, do inglês e do francês.


O Judaísmo e as Grandes Questões
Professor: Theo Hotz
Duração: 4 encontros
Data: 15/mai, das 20h às 22h