Educação na Austrália

Incentivo para estudo e trabalho na Austrália/Dólar australiano a R$ 1,35 torna programas mais acessiceis.(Jornal do Commercio - RJ 26/09/2001 página B 6

   Estudando na Austrália
 

Estudando na Austrália

Morando na Austrália
Sistema Educacional Australiano
Curso de Inglês
Cursos Universitários
Ensino Técnico
Escolas
O Ano Acadêmico Australiano
Bolsas de Estudo
Custos
Custo de Vida
Custo dos Estudos
Trabalhos para estudantes na Austrália
Acomodação
Garantia da Qualidade de Ensino
Centros de Estudos Latino-Americanos na Austrália
Visto de Estudante



Estudando na Austrália

O sistema de educação e de formação profissional da Austrália oferece grandes oportunidades aos estudantes estrangeiros. A qualidade do ensino é reconhecida por empresas e organizações no mundo todo. A Austrália atualiza e reformula constantemente seu sistema educacional e de formação profissional, sem perder o melhor de seus valores tradicionais, como a atenção personalizada e a excelência acadêmica.

As universidades australianas oferecem curso de graduação e pós-graduação em diversas áreas, como Humanidades, Informática e Engenharia, Ciências, Saúde e Direito. Para formação profissional e técnica, existem cursos como Contabilidade, Ciências Aplicadas e Empresariais, Marketing e Turismo, que respondem tanto às necessidades dos estudantes quanto às necessidades das empresas e organizações. Também é possível estudar inglês e em escolas de 1° ou 2° grau ou de ensino técnico.

As instituições australianas contam com tecnologia de ponta e com programas de aprendizagem que promovem o ensino e a investigação de um modo flexível e inovador. Com mais de oitenta anos de experiência, e tendo-se adaptado aos rápidos avanços nas tecnologias de informação e das telecomunicações, as instituições australianas também oferecem cursos de educação à distância. 

Quanto ao custo de se estudar na Austrália, é comparativamente mais barato do que em outros países. Uma pesquisa recente realizada pelo governo australiano mostrou que os gastos totais (matrícula, alojamento e manutenção) são mais caros nos Estados Unidos e Inglaterra do que na Austrália.

As leis australianas oferecem garantia quanto a qualidade dos cursos oferecidos aos estudantes estrangeiros, assim como em relação a sua matrícula. As instituições australianas devem cumprir os requisitos legais relativos ao registro e certificação dos cursos que oferecem aos estudantes estrangeiros. Muitas das instituições australianas pertencem ao Tuition Assurances Schemes, organização encarregada de assegurar a realização do curso. Recomendamos que o estudante solicite informações sobre as instituições e centros de ensino a fim de que assegure os seus direitos.

Os estudantes internacionais podem trabalhar durante o período de aulas na Austrália para cobrir os seus gastos. Cada estudante pode trabalhar no máximo até 20 horas semanais durante o período acadêmico, e período integral durante as férias.

Por volta de 150.000 estudantes estrangeiros estudam em universidades, escolas de inglês, centros de formação profissional ou técnica, e colégios na Austrália. Isto significa que muitas dessas instituições contam com fortes associações de estudantes internacionais. 

As instituições australianas respeitam as necessidades religiosas e culturais de seus alunos, e oferecem todo tipo de assistência para ajudar o estudante a se adaptar ao novo meio e ao estilo de vida na Austrália, assim como no bom andamento dos estudos.


Para informações gerais sobre Educação na Austrália, por favor consulte os seguintes web sites:

Australian Education International (ligado ao Departamento Australiano de Educação, Treinamento e Assuntos para a Juventude) 

IDP Education Australia (Organização que se encarrega de selecionar estudantes internacionais para estudar na Austrália)

Studylink Australia (informação sobre mais de 300 instituições e mais de 11000 cursos)


Morando na Austrália


Os estudantes internacionais escolhem a Austrália por uma série de razões: a qualidade da educação, baixo custo, oportunidade de trabalho, a variedade de tipos de acomodação e por ser um lugar bastante atrativo de se viver. 
A Austrália é uma das sociedades multiculturais mais harmoniosas do mundo, com uma população amistosa e aberta que o receberá de braços abertos. A maioria dos australianos são descendentes de europeus. Mais de 25% da população australiana nasceu no exterior. Nos últimos anos muitos imigrantes da Ásia e do Pacífico fizeram da Austrália seu lar.

A Austrália é um país desenvolvido, uma das democracias mais avançadas e tolerantes do mundo, onde o índice de criminalidade é mínimo. A segurança pessoal é um dos maiores orgulhos dos australianos. A Austrália também possui um amplo sistema de transporte urbano.

Quanto ao clima, as estações são iguais as do Brasil. O verão é entre dezembro e fevereiro, o outono entre março e maio, inverno entre junho e agosto, e primavera entre setembro e novembro. As variações de temperatura durante as estações não são extremas e raramente chegam a estar abaixo de zero. O início e término do ano letivo no Brasil também coincidem com o período letivo na Austrália. 


Sistema Educacional Australiano

O sistema de educação australiano é dividido em 4 setores: cursos de inglês, escolas, educação e cursos técnicos e universidades. Os estudantes estrangeiros podem se matricular em qualquer uma dessas áreas. 


Curso de Inglês


O mundo dos negócios se comunica em inglês, e a Austrália pode oferecer a você curso de inglês de alta qualidade e com um custo acessível. Estudantes de mais de 50 países vão para a Austrália cada ano para aprender inglês. 

O sistema nacional de reconhecimento das Instituições de Ensino de Língua Inglesa assegura a qualificação dos professores e que as instalações da instituição sejam de alto nível. A legislação do governo australiano protege os estudantes estrangeiros, mesmo se o estudante pagar antes de deixar o país para a Austrália, e garante a instituição para o estudante terminar seus estudos.

Cursos de “Study Tourism” oferecem a oportunidade de aprender inglês enquanto o estudante viaja e explora os lugares australianos. As belas praias e a geografia, fauna e flora, esportes e o clima criam uma grande variedade de opções. 

Muitas escolas de inglês oferecem aulas individuais e em grupo. Você pode escolher programas que combinam as aulas pela manhã e atividades pela tarde, outros escolhem dividir o seu curso entre instituições de cidades diferentes. Algumas escolas combinam aulas de inglês com atividades esportivas, tais como mergulho, golf, hipismo e vela.

Muitos estudantes dos cursos de inglês farão teste de proficiência da língua inglesa. Um certificado oficial de proficiência abre portas para possibilidades de uma carreira melhor ou para aprofundamento dos estudos em um país de língua inglesa. 


Cursos Universitários

Com 44 instituições e 634.000 estudantes, as universidades australianas possuem uma excelente reputação internacional. Os funcionários das universidades são recrutados com base internacional e eles, juntamente com os formandos, despertam interesse de empregadores de todo o mundo. As melhores universidades aceitam estudantes graduados das universidades australianas para admissão em cursos de Pós-graduação. As universidades australianas estão internacionalizando os seus campus e encorajando os estudantes e funcionários a desenvolver um curriculum internacional e promover colaboração em pesquisas.

A variedade de matérias oferecidas pelas universidades australianas é muito grande. A maior parte das universidades oferece cursos em Artes, Economia, negócios e comércio, informática, educação e ciências, Engenharia, Odontologia, Direito, Medicina, Enfermaria, Veterinária e outros. Algumas universidades tem seus próprios centros ELICOS, oferecendo cursos de inglês para estudantes estrangeiros cuja a língua nativa não seja o inglês.

A primeira qualificação de graduação é o Bacharelado, que normalmente leva três anos em sistema de período integral com um quarto ano para Honours degree, que enfoca pesquisa.

Após o Bacharelado, muitos estudantes fazem um curso de especialização, o Diploma de Graduação ou Pós-Graduação, que tem em média a duração de um ano e oferece habilidades mais específicas requisitadas pelo empregador. O Mestrado pode ser feito após o Bacharelado e oferece uma oportunidade para estudos aprofundados com duração de um ou dois anos. A qualificação mais alta é o Doutorado, que é um grau de pesquisa de três ou quatro anos e que requere um bom Bacharelado com Honours para admissão. 

Para obter admissão para um curso de graduação em uma universidade autraliana, os estudantes estrangeiros geralmente necessitam ter concluído o equivalente ao 2o. grau australiano. Para cursos de pós-graduação, é necessário um bom nível de graduação. Todos os alunos da universidade necessitam ter um determinado padrão de língua inglesa.

Todas as informações referentes às Universidades australianas e requerimentos para ingresso se encontram nas páginas do Australian Education International, AEI. Nestas páginas é possível encontrar informações sobre educação na Austrália, incluindo contato direto com as Universidades. Se tiver alguma pergunta poderá fazê-la através do seguinte correio eletrônico: aei@aei.deetya.gov.au. Além deste endereço, existem outros sites relacionados e que complementam as informações deste anterior, veja página 2.


Ensino Técnico


A educação vocacional e o sistema de treinamento da Austrália são resultado de uma longa tradição de ensino técnico, uma década de reformas contínuas e um sistema nacional guiado pelas necessidades dos alunos e pela busca da qualidade. A cada ano mais de 1.3 milhões de estudantes submetem-se aos cursos vocacionais e técnicos.
Educação vocacional e treinamento são oferecidos pelos cursos de educação vocacional e técnica (TAFE) em instituições públicas ou privadas.
Existem aproximadamente 100 instituições públicas de TAFE e em torno de 2000 intituições particulares habilitadas a emitir certificados nacionais. Estas instituições oferecem uma grande variedade de treinamento, desde cursos preparatórios e básicos até cursos específicos para operadores, técnicos e níveis profissionais.
Vários cursos estão disponíveis, desde contabilidade e ciência aplicada a negócio , marketing, hospitalidade e turismo que correspondem às expectativas da indústria e dos indivíduos.
A Austrália orgulha-se de promover cursos de educação vocacional e técnica, os quais oferecem cursos com os seguintes aspectos:

  • grande variedade de cursos disponíveis

  • ênfase no aprendizado prático e técnico com colocação no trabalho

  • diferentes níveis de admissão, criando oportunidades para o aluno progredir cursos de níveis mais avançados

  • consultoria com indústrias para reafirmar que os cursos correspondem às necessidades do emprego

  • treinamento com professores qualificados com vasta experiência na área industrial
    diplomas reconhecidos na Austrália e internacionalmente

  • turmas de tamanhos pequeno , propiciando um atendimento individualizado 
    e extensivo dos professores.


Cursos de educação vocacional e técnica são ministrados e monitorados pelo governo australiano, sob estrita orientação para garantir a alta qualidade de ensino, recursos e serviços ao estudante.

Os requisitos necessários para o ingresso ao TAFE variam de acordo com o tipo do curso escolhido. Alguns exigem a conclusão do segundo grau, outros apenas o 2o. ano do segundo grau. Alguns cursos exigem a apresentação de um relatório de trabalho, ou experiência profissional. O aluno deve ter um bom nível de inglês. 


Escolas


O sistema escolar australiano é composto por escolas públicas e particulares. Muitas escolas particulares estão ligadas a grupos religiosos ou comunidades étnicas. 

Todas as escolas são monitoradas pelo Governo Australiano para manter um alto padrão de educação, tanto em grandes cidades quanto em pequenas cidades no interior ou na costa. 

As escolas na Austrália refletem a diversidade da sociedade australiana e são sensíveis às necessidades dos estudantes de diferentes culturas e etnias. 

Você pode estudar nas escolas públicas e na maioria das escolas particulares na Austrália. Algumas escolas na Austrália são quase que exclusivas para estudantes internacionais.

No total, são treze anos de escola na Austrália, começando com um ano preparatório, seguido por doze anos primários e secundários. O curso secundário geralmente começa no ano 7. A educação é obrigatória na Austrália até o ano 10.

É necessário obter um certificado emitido pelo governo no ano 12 (o último ano da escola secundária). Esta qualificação é competitiva e reconhecida por todas as universidades australianas e instituições de ensino técnico e vocacional. 

Concluir o curso secundário na Austrália oferece ao estudante a oportunidade de se familiarizar com o estilo de vida na Austrália e desenvolver o seu conhecimento da língua inglesa antes de iniciar cursos universitários ou técnicos. 


O Ano Acadêmico Australiano

O ano acadêmico universitário na Austrália começa no início de março e termina no final de novembro, e é dividido em dois semestres. O período de matrícula dos programas universitários, tanto para graduação como pós-graduação, começa no início do ano. Em alguns cursos também é possível matricular-se no meio do ano (até o mês de julho). O horário das aulas depende do curso.

Os estudantes de doutorado ou de pós-graduação podem negociar com seu orientador de estudos a data de início de seus estudos. Algumas instituições oferecem um sistema trimestral e/ou curso de verão entre os meses de dezembro e fevereiro.

Durante o ano escolar, os estudantes assistem aulas de segunda a sexta. O horário de aula varia ligeiramente pelo país, mas em geral é de 09:00 a 15:30 todos os dias. O ano escolar é dividido em quatro trimestres e tem início no final de janeiro/inicio de fevereiro a dezembro. Entre os trimestres existem pequenos invervalos de férias e um longo período de férias nos meses de dezembro e janeiro.

O curso de formação profissional ou técnica (TAFE) transcorre de fevereiro a dezembro. Os cursos de TAFE variam entre cursos curtos de meio período e cursos de três anos período integral. A maioria dos cursos começa no início do ano acadêmico, embora exista a possibilidade de admissão no meio do ano para alguns cursos.

Diversas instituições privadas, empresariais ou de cursos de inglês, de várias durações, de janeiro a dezembro, com um pequeno intervalo no Natal.


Bolsas de Estudo

O Governo Australiano através do Departamento de Educação, Treinamento e Assuntos da Juventude fornece bolsas de estudo para Mestrados e Doutorados com pesquisa acadêmica, a cada ano. A bolsa de estudos “International Postgraduate Research Scholarship” (IPRS) cobre as taxas universitárias, mas não cobre os custos de vida. Elas são alocadas por mérito por cada universidade, e o pedido deve ser feito na universidade em que se deseja estudar. Algumas universidades oferecem outros tipos de bolsa que os estudantes internacionais podem se candidatar. O candidato deve entrar em contato com a universidade escolhida para obter informações sobre outros tipos de bolsa. 

Pode-se encontrar mais informações sobre estas e outras bolsas do DETYA:

Na Página na Internet do Ministério de Educação, Formação e Assuntos da Juventude da Austrália, (digite IPRS no aplicativo de search, e o primeiro resultado da pesquisa será o guia do IPRS)

Na Página da AEI (Australian Education International)

Na página do IDP Education Austrália

Através das próprias instituições ou centros de ensino australianos


Custos

O custo dos estudos na Austrália é bastante favorável aos estudantes estrangeiros, comparado com outros países. O governo australiano realizou recentemente um estudo para comparar o custo dos cursos universitários para os estudantes estrangeiros na Austrália, Nova Zelândia, Reino Unido, Canadá e Estados Unidos. O estudo revelou que os custos totais (incluindo matrícula e gastos com manutenção), no Reino Unido e nos Estados Unidos eram consideravelmente mais caros do que na Austrália. 

Antes de viajar para a Austrália, o estudante deverá calcular a quantia necessária para cobrir os gastos com alojamento, alimentação, transporte, vestuário e entretenimento. Também deverá levar em conta outros gastos, como viagens.

De modo geral, são necessários entre US$ 4,200 e US$ 7,200 por ano. Os estudantes casados necessitam de aproximadamente US$ 3,000 anuais a mais para o cônjuge, e por volta de US$ 1,800 anuais para cada filho. Estas quantias não incluem gastos como seguro médico, taxas por serviços universitários e livros. É possível que os estudantes tenham que pagar as taxas completas de seus dependentes se estes estiverem estudando na Austrália.


Custo de Vida


Uma pesquisa recente comparativa, usando as mesmas variáveis, mostra que o custo de vida semanal para estudantes estrangeiros universitários são mais baixos na Austrália e Nova Zelândia do que para outros três países pesquisados. Os valores em dólares americanos de 1998 foram:

Austrália $197 por semana
Nova Zelândia $194 por semana
Canadá $222 por semana
Estados Unidos $285 por semana
Reino Unido $303 por semana


Em termos de gastos com produtos e serviços por semana, a Austrália é $106 mais barata que o Reino Unido, e $88 mais barata do que os Estados Unidos. É uma economia bastante significativa para os estudantes.


Custo dos Estudos


As taxas acadêmicas para os estudantes estrangeiros variam dependendo do tipo de curso e da instituição escolhida. Em média, os gastos acadêmicos anuais são (valores de 1997 em dólar americano):

Tipo do Curso Média das Taxas Média da duração do curso Média dos gastos em produtos e serviços** por ano/curso  Gastos totais por ano ou por curso
Nível Superior 
Pós-Graduação 8.771/ ano 2.2 anos 7.589/ano 16.360/ ano
Graduação 7.822 /ano 3.3 anos 7.589/ano 15.411 /ano 
Curso Técnico
Superior 5.403 /ano 1.8 ano 7.284/ano 12.687/ano 
Escolas
2° Grau 5.722/ano 3.7 anos 6.515/ano 12.237/ano 
1° Grau 4.138/ano 5.8 anos 6.515/ano 10.653/ano 
Colégios de Inglês 
Público 4.030/curso 25 semanas 4.453/curso 9.483/curso 
Particular 5.393/curso 25 semanas 4.453/curso 9.846/curso

**Para gastos com acomodação, equipamentos, saúde, telefone, alimentação, compras, álcool e cigarros, carro ou combustível, outros transportes, recreação, jornais/revistas, gastos extras com o curso, e outros.


Trabalhos para estudantes na Austrália

Durante o período acadêmico, os estudantes estrangeiros com nível superior e com visto de estudante podem trabalhar legalmente até no máximo 20 horas semanais, e período integral (40 horas) durante as férias. Para tanto, é necessário pedir ao Departamento de Imigração na Austrália autorização para trabalhar, e pagar uma taxa cujo valor será informado quando feita a solicitação. Algumas instituições possuem agência de emprego para ajudar os estudantes. Para trabalhar, é necessário um número de identificação fiscal expedido pelo Governo Australiano. Em determinados casos, os dependentes dos estudantes também podem trabalhar. 

A maioria dos estudantes (incluindo portanto, os estudantes autralianos), trabalha meio período durante o período letivo ou durante suas férias. Alguns trabalhos são relacionados com o curso do estudante (como por exemplo estágio em empresas ou escritório). Alguns estudantes conseguem trabalho no campus, na cantina, na biblioteca, ou nos laboratórios da instituição, como ajudantes. A maioria dos trabalhos está localizada fora dos centros de ensino, como camareiros (em hotéis), babás, jardineiros, ou mão de obra temporária em fazendas.


Acomodação


Para aproveitar a estadia na Austrália, é preciso escolher com cuidado o alojamento. A maioria das universidades possuem residências estudantis e oferecem ajuda aos estudantes estrangeiros em relação à acomodação tanto na Universidade quanto como nas áreas vizinhas. 

Nas residências das unviersidades geralmente, os estudantes têm um dormitório/estúdio privado e dividem o banheiro, cozinhas e instalações para recreação. A maioria destas residências oferecem refeições, e outras ainda oferecem instalações para cozinhar e armazenar alimentos.

Muitos estudantes alugam um apartamento ou casa, que dividem com outros estudantes. Os aluguéis variam dependendo da localização, tamanho e características do imóvel.

A maioria das instituições e centros de ensino tem um serviço próprio de acomodação onde você e sua familia podem ser aconselhados sobre as diferentes opções e preços. Nos murais dos centros de ensino também pode-se encontrar anúncios de apartamentos e casas para alugar ou para dividir com outros estudantes. Aconselhamos o estudante a entrar em contato com o serviço de acomodação da instituição escolhida para conseguir um alojamento temporário, antes de sua partida, pois assim terá tempo para pensar no tipo de alojamento mais apropriado para suas necessidades.

A seguir temos uma descrição geral dos diferentes tipos de alojamentos disponíveis e os custos aproximados:

Acomodação em casa de família  US$ 102-136 por semana
Hotéis e Pensões US$54-82 por semana
Alojamento dividido  a partir de US$48-82 por semana
Alojamento para alugar  a partir de US$68-102 por semana
Internatos US$5.440-6.120 anuais em Escolas Privadas
Apartamentos da Universidade US$102-250 por semana
Alojamento independente no campus US$54-102 por semana


Garantia da Qualidade de Ensino

A criação de uma universidade exige uma lei no parlamento estadual e as universidades devem prestar contas ao governo por todas as suas atividades. Existe um grande compromisso por parte do governo em garantir a qualidade da educação oferecida pelas universidades que ele financia. Isto é feito através de Conselhos ou Quadros de Diretores apontados pelo governo, em especial o Conselho de Educação Superior, que está encarregado do desenvolvimento deste setor.

As instituições que desejam matricular estudantes estrangeiros devem comprir a Lei Federal “Educational Services for Overseas Students (Registration of Providers and Financial Regulation) Act 1991”. Ele assegura que todos os provedores e seus cursos estejam registrados com o Governo, que as práticas éticas sejam seguidas, que os estudantes estejam matriculados corretamente, e que a instituição concorde com as provisões financeiras da Lei. 

Em 1996, 44 instituições de ensino superior constituiam o Australian Unified National System (UNS), mantido financeiramente pelo governo australiano para o ensino e funções básicas de pesquisa. A UNS foi criada pelo governo para aumentar a participação e ao mesmo tempo manter um alto nível de qualificação universitária. O sistema de fundos centralizado assegura igualdade de fundos para todas as universidades e manutenção do alto padrão de qualidade.

Em todas as universidades australianas há uma considerável ênfase no ensino e na pesquisa dos professores e funcionários. Isto significa que os estudantes são ensinados e orientados por funcionários que estão pesquisando ativamente em suas disciplinas.

  Centros de Estudos Latino-Americanos na Austrália

Várias universidades australianas possuem centros de estudos latino-americanos e estão interessadas em manter contatos futuros com a América Latina.  As universidades estão relacionadas a seguir:

Pan Pacific Institute
(including Latin America)

Flinders University
PO Box 2100
Adelaide SA 5001
Australia

e-mail: public.affairs@flinders.edu.au

Tel: 00 XX 61-8-8201-3911
Fax: 00 XX 61-8-8201-3027


Department of Spanish and Latin Studies
Dr. Stephen Gregory, Head of Department
University of New South Wales
Sydney NSW 2052
Australia

e-mail: m.oujo@unsw.edu.au

Tel: 00XX-61-2-9385-2421
Fax: 00XX-61-2-9385-1172


Australian National Centre for Latin American Studies
Dr. John Gage, Project Convenor
Australian National University
Canberra ACT 0200
Australia

e-mail: john.gage@anu.edu.au

Tel: 0xx-61-2-6249-5111
Fax : 0xx-61-2-6249-5931


Australian Centre for Latin American Studies
Dr. Gregory Teal, Co-Chair
PO Box 5555
Campbelltown NSW 2650
Australia

e-mail: greg.teal@uws.edu.au
Home page 

Tel: 0xx-61-2-4620-3247
Fax : 0xx-61-2-4626-6677


Institute for Latin American Studies
Dr. Barry Carr, Director
La Trobe University
Bundorra VIC 3083
Australia

e-mail: b.carr@latrobe.edu.au
Home page

Tel: 0xx-61-3-9479-2038
Fax: 0xx-61-3-9853-1127


Latin American Information Centre
PO Box 4248
University of Melbourne
Parkville VIC 3052
Australia

Tel: 00xx-61-3-9470-5300


Australiasian Iberian and Latin America Studies Association (AILASA)

 

Bem-vindo  Sobre a Embaixada  Visto e Imigração Educação na Australia  Comércio  Turismo  Passaportes e Consular  Informação Australiana  Links Australianos  Nosso E-mail  Home

 
Visite a Embaixada da Austrália pelo site: www.embaixada-australia.org.br/
sp 15/10/2001