Agência de Relações Públicas Unidade Experimental    

Curso de Relações Públicas - Universidade Metodista de São Paulo
Ano II - Número 27   9 de novembro de 2001

CANAL RP FAZ ANIVERSÁRIO – UM ANO ON-LINE

 

O Informativo Eletrônico da Agência de Relações Públicas – Unidade Experimental - da Universidade Metodista de São Paulo - UMESP - surgiu há um ano, no dia 20 de outubro de 2000. Sua proposta era divulgar atividades da área de relações públicas. Foi lançado pelas editoras Eula Taveira e Isildinha Martins, auxiliadas pelos subeditores Augusto Nascimento, Enrica Onitsuka, Juliana Juliani e Michelle Yendis.

Em sua primeira fase (9 edições), esse boletim virtual circulou semanalmente até 15 de dezembro de 2000, quando acompanhou o recesso escolar de fim de ano, ficando fora de circulação até o reinício das aulas. Sobressaiu-se pelo caráter informativo geral e foi muito bem recebido por seu público-alvo, estudantes, professores e profissionais dedicados à prática de relações públicas.

Mudanças substanciais no curso de relações públicas, na Metodista e na constituição da Agência Experimental de Relações Públicas deram ao CANAL RP, a partir de 16 de março de 2001, enfoque mais amplo, cujo objetivo era veicular temas atuais, análise de tendências, entrevistas, comentários, opiniões e críticas sobre o que vem ocorrendo no campo profissional de relações públicas, sempre aberto às sugestões dos leitores destinadas ao aprimoramento do veículo.

Nesta fase, que engloba 16 boletins – do número 10 ao 19 -, os objetivos propostos foram contemplados, pois foram publicados 14 artigos, 6 resenhas de autores de renome, 7 temas polêmicos sobre relações públicas e 5 entrevistas com profissionais do mercado, além de noticiário sobre fatos, cursos e eventos da área de comunicação e de relações públicas.

Continuamos a receber correspondência dos leitores apoiando nosso boletim virtual. A todos, a editoria e seus colaboradores agradecem pelo apreço que vem manifestando pelo nosso trabalho.

Participe desta enquête

1- Você tem recebido quinzenalmente o Canal RP?

2 - Qual a sua opnião sobre este boletim virtual?

3 - Que tipo de assuntos têm despertado maior interesse ( Dê valor de 1 a 5 )

(  ) Artigos (  ) Entrevistas (   )Resenhas                          (   ) Noticiário geral    (  ) Temas plêmicos de RR.PP. 

Por que?

4 - Que tipo de informação gostaria de ler no boletim?

5 - Tem outras sugestões?

Envie suas respostas para canalrp@metodista.br, sua participação é muito importante.

Fábio França

 

página 2

 

Jornada de Iniciação Científica apresentou 271 trabalhos de pesquisa e extensão e reuniu 10 mil estudantes na Universidade Metodista

Na primeira semana de novembro, realizou-se, na Universidade Metodista de São Paulo, a 1ª Jornada de Iniciação Científica e o 3º Seminário de Extensão, eventos direcionados aos alunos da universidade para que pudessem conhecer e discutir os temas pesquisados e investigados pela comunidade acadêmica no decorrer do ano.

Além de contribuir para o aumento do conhecimento das áreas específicas, a 1ª Jornada Científica também procurou despertar o interesse dos alunos à procura da investigação científica, em suas distintas ramificações, a fim de dar continuidade aos trabalhos executados e às pesquisas previstas para as próximas edições do evento.

Foi surpreendente o interesse e a participação dos universitários, que, em torno de 10 mil, marcaram presença nos três Campi da universidade - Planalto, Rudge Ramos e Vergueiro, locais onde foram realizados seminários, palestras, conferências, oficinas, mesas-redondas e onde também foi feita a montagem de painéis destinados à demonstração de diferentes equipamentos e instrumentos utilizados nos cursos da universidade.

O êxito da Jornada é fruto da cooperação e da dedicação de toda a universidade, do Comitê Organizador, da Comissão Organizadora, das Faculdades e de seus diretores, dos diferentes cursos e de seus coordenadores e dos membros da Comissão Organizadora e do apoio das Agências Experimentais de Comunicação Mercadológica, Jornalismo, de Rádio e TV e de Relações Públicas.

Os dados estatísticos da Jornada Científica são significativos. Dos 402 projetos inscritos, 271 foram aprovados (67,42%). Na área de Ciências Biológicas e da Saúde foram feitas 54 apresentações orais e realizados 94 painéis, somando-se um total de 148 trabalhos. Em Exatas, duas apresentações orais e um painel. Na área de Ciências Humanas e Tecnológicas, foram 76 apresentações orais e 44 painéis, em um total de 120 apresentações.

Dessa forma, nos três dias de trabalhos, foram apresentados 271 trabalhos de pesquisa e extensão universitária, o que representa, com certeza, um dos eventos de maior projeção do cenário universitário brasileiro.

A  Jornada Científica continuará fazendo parte do calendário oficial da universidade nos anos ímpares; nos anos pares, terá lugar outro evento de relevância acadêmica, o Congresso Científico, que conta, na sua programação, com a participação de mais duas universidades da Região do Grande ABC paulista - a Universidade Bandeirantes de São Paulo e a Universidade do Grande ABC (Uni ABC).

Se quiser saber mais detalhes sobre a Jornada Científica, contate o CANAL RP.(canalrp@metodista.br)

Mariana de Marco Geraldine

   

página 3

 

MEDIA TRAINING

 Esse tema despertou grande interesse entre os estudantes no evento "Feira e Debates de Comunicação", realizado em outubro na Umesp. Dois profissionais convidados discutiram o assunto: Laís Guarizze, diretora da Gaspar Associados, e Lucélio de Moura, diretor da Agência CGMA. Pelos relatos dos estagiários do Canal RP, Leonardo Filoso e Marcello Ghigonetto, vão aqui os tópicos principais das duas palestras.

A primeira preocupação quando alguém abre uma empresa, segundo Lucélio de Moura, é com a "cara" que terá no mercado, como irá proceder diante de seus públicos e como enfrentará suas críticas. Acredita-se, na opinião desse expositor, que a crítica mais destrutiva possa vir da mídia nas suas diferentes manifestações televisivas, jornalísticas, de radiotransmissão, entre outras.

Por sua vez, Laís Guarizze adverte que o executivo pode ser muito assediado pela mídia e precisa tomar muito cuidado com o que diz, pois se deve levar em conta que a comunicação assumiu um caráter estratégico e, no meio de um mercado cada vez mais competitivo, é preciso acertar mais e errar menos.

Essas posições sugerem, de forma clara, que, para enfrentar a mídia, os executivos precisam estar preparados; não somente eles, mas todos aqueles que compartilham o mercado de comunicação, pois sempre vão ter de, em algum momento, responder às indagações da mídia sobre os mais variados assuntos. Segue-se que executivos e profissionais da comunicação precisam ser treinados para conseguir sucesso na interação com a mídia. Qual é o caminho? "O curso de media training", concordam os expositores.

De fato, este curso está sendo incorporado às empresas como uma das estratégias que devem ser conhecidas e dominadas pelos executivos no desempenho de suas funções de relacionamentos com os públicos da empresa. Para Laís Guarizze, o objetivo do curso é familiarizar os executivos com as técnicas utilizadas pelos jornalistas, ensinar as características de cada veículo e o que fazer e falar diante das câmaras de TV ou de jornalistas da mídia impressa ou da radiotransmissão.

Lucélio Moura afirma que o curso de media training é ministrado por um profissional da área de comunicação, na maioria das vezes um relações-públicas ou um jornalista, experimentado em assessoria de imprensa. No entender desse palestrante, o curso mescla itens de esperteza e inteligência. Passa por áreas específicas que vão desde a observância das normas da elegância, do bem vestir, até a de postura e prática da etiqueta. Oferece ainda ao profissional que está sendo treinado uma equipe de peritos que lhe proporciona o maior realismo no que é ensinado, demonstrando como deverá se portar diante de diferentes situações, como, por exemplo, das câmaras de TV; como se expressar, como responder, apresentando ainda "dicas" especiais que ajudam a adotar atitudes certas em tais ocasiões.

O curso de media training é uma inovação necessária e deve fazer parte dos cursos das Faculdades de Comunicação e também do treinamento de executivos que, pela sua posição nas organizações, devem tratar com os profissionais da mídia.

Confira o livro Media Training, de Nemércio Nogueira – rpcons@mandic.com.br

Qual sua opinião sobre media training? Envie sua opinião para canalrp@metodista.br

Fábio França, Leonardo Filoso e Marcello Ghigonetto

 

 
Assine o Canal                            Críticas/Sugestões

 

Expediente 
O Canal RP: informativo eletrônico quinzenal produzido pelo Núcleo de Produtos e Instrumentos de Comunicação da Agência de Relações Públicas Unidade Experimental da Universidade Metodista de São Paulo (Umesp). Seu objetivo é divulgar e promover a atividade profissional, tendo como referencial a qualidade Umesp e seu curso de Relações Públicas.

Equipe de Produção

Editor: Professor Ms. Fábio França (MTB1880)
Revisão: Professora Débora Marie Tamayose
Web Designer: Mara Oliveira Martine 
Equipe de Redação:  Andrea Girello, Edgar Moia, Érika Botelha, Fernanda de Souza Santos, Fernando Gabriel, Guilherme Mendes, Gustavo Clembo, Leonardo Filoso, Mara Oliveira Martine, Marcello Ghigonetto, Mariana de Marco Geraldine, Melissa Passos e Michelle Yendis
Coordenador do Núcleo de Produtos: Prof. Ms. Fábio França CONRERP SP/PR-586


FACULDADE DE JORNALISMO E RELAÇÕES PÚBLICAS
Diretora e Coordenadora do curso de Relações Públicas: Profª. Drª. Maria Aparecida Ferrari


E-mail: agenciarp@metodista.br
E-mail: canalrp@metodista.br

Nova legislação sobre correio eletrônico Seção 301, parágrafo (a) (2) (c), Decreto S. 1618, Título Terceiro, aprovado pelo 105º Congresso Base das Normativas Internacionais sobre o SPAM.

Este e-mail não poderá ser considerado SPAM quando inclua uma forma de ser removido.

Se desejar deixar de receber o Canal RP, basta enviar um e-mail em branco a canalrp@metodista.br