Notícias

Boas Festas

O Canal RP deseja a seus leitores um Feliz Natal e Próspero Ano Novo, de muitas vitórias para Relações Públicas no Brasil. Agradece a atenção recebida durante este ano de 2002, os elogios e as críticas, pois muito contribuíram para o seu aperfeiçoamento.
Informamos aos que, em virtude do recesso acadêmico, este boletim só voltará a circular no dia 14 de fevereiro de 2003. Aguardem, por favor.

Universidade Metodista dá posse a seus novos dirigentes

No dia 13 de dezembro, no Campus Rudge Ramos, em São Bernardo do Campo, aconteceu a solenidade de posse da direção do Instituto Metodista de Ensino Superior e da Universidade Metodista de São Paulo. Foram empossados o Reitor, o professor Dr. Davi Ferreira Barros, e os diretores das 15 faculdades quem compõem a Universidade Metodista. Foram ainda empossados os diretores do Campus de Guaratinguetá, de Tecnologia e Informação, e os diretores colégios de São Bernardo do Campo, Bertioga e Passo Fundo (RS).
O professor Davi Ferreira Barros assume seu segundo mandato como Reitor da Universidade Metodista de São Paulo. É formado em Ciências Jurídicas pela Universidade Metodista de Piracicaba, onde atuou por 23 anos até ser nomeado Reitor da UMESP em 1998. É PhD em Administração de Ensino Superior pela Vanderbilt University. Seu novo mandato irá até 2006.
Na área da Comunicação Social, foram empossados os diretores das Faculdades de Publicidade, Propaganda e Turismo - Dr. Paulo Rogério Tarsitano; de Comunicação Multimídia – Dr. Sebastião Carlos de Moraes Squirra; de Jornalismo e Relações Públicas – professora Dra. Maria Aparecida Ferrari, que é também coordenadora do curso de Relações Públicas.
A Dra. Maria Aparecida é graduada em Ciências Sociais (USP, 1975), Relações Públicas pelo Centro Universitário Anhembi Morumbi (1981), pós-graduada – lato sensu, pela ABERJE, no curso de Especialização em Comunicação Empresarial (1948), tendo ainda o mestrado em Ciências da Comunicação (ECA/USP, 1993) e doutorado em Ciências da Comunicação, defendido em 2000, na Escola de Comunicações e Artes da USP.
A solenidade foi realizada no Salão Nobre do Campus Rudge Ramos. O evento contou com a presença do Conselho Episcopal e com o Conselho Diretor da Igreja Metodista e foi realizado com a participação da Secretaria Geral, da Assessoria de Comunicação Social, da Gerência Administrativa e da Agência de Relações Públicas.

Maria Stella Thomazi eleita presidente do Diretório Nacional

Em reunião ordinária da Associação Brasileira de Relações Públicas Nacional, realizada em novembro em São Luís (MA), a professora Dra. Maria Stella Thomazi foi eleita presidente do Diretório Nacional. Maria Stella esteve sempre diretamente ligada à ABRP, tendo trabalhado por vários anos em companhia do professor Dr. Cândido Teobaldo de Souza Andrade na promoção de Relações Públicas no Brasil e em toda a América Latina. A nova Presidente do Diretório Nacional, que se destaca também como docente de teorias e técnicas de Relações Públicas, foi sempre grande promotora das atividades da ABRP e dos congressos nacionais de profissionais e de estudantes de Relações Públicas. Nossos votos para que sua gestão à frente do Diretório Nacional venha revitalizar a Associação Brasileira de Relações Públicas.

Prêmios “Talento Metodista” e “Dr. Cândido Teobaldo” encerram ano de grandes realizações no curso de Relações Públicas


No dia 6 de dezembro, após a apresentação de 12 Projetos Experimentais, ocorrida no final de novembro e início de dezembro, foram entregues os prêmios “Talento Metodista”, que é conferido ao melhor projeto do ano, escolhido entre os três melhores, e “Dr. Cândido Teobaldo de Souza Andrade”, que vai para o aluno com a melhor classificação no ranking de notas de todo o curso de Relações Públicas.
O projeto ganhador do “Talento Metodista” foi o da Agência Fortius, que teve como cliente o Supermercado Pastorinho – Unidade Vila Mariana. Os dois outros classificados foram: Agência Link-Assessoria de Comunicação, que atendeu ao Instituto Recicle Milhões de Vidas, e a Agência Insight Comunicação, que fez o seu trabalho para o Frigorífico Cardeal. O projeto vencedor foi orientado pela professora Jocélia Maris Mainardi e os classificados em segundo e terceiro lugares, pelo professor Fábio França.
O Prêmio “Dr. Cândido Teobaldo de Souza Andrade” teve como vencedora a formanda Daniela Domingos Trolesi, da Agência Fortius, e foi concedido, pela segunda vez, na Metodista, em homenagem de gratidão e reconhecimento ao professor Dr. Cândido Teobaldo, pioneiro e grande incentivador das Relações Públicas no Brasil.
A entrega dos prêmios coroou um ano de muitas produções no curso de Relações Públicas, que comemorou os 30 anos de sua constituição com diversos eventos, fazendo jus ao slogan das comemorações: Tradição – Ética – Excelência, marcas do curso ao longo de sua trajetória.

Bruno Rossini e Leonardo Filoso

Professor da Metodista ganha Prêmio Opinião Pública

O professor Roberto Constante Filho, da UMESP, responsável pelas disciplinas Marketing em Relações Públicas, Consultoria e Prestação de Serviços em Relações Públicas, e também executivo da Agência Edelman do Brasil, recebeu no dia 2 de dezembro, na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo, o Prêmio Opinião Pública, que lhe foi concedido pelo projeto de lançamento da TIM Brasil S/A, no mercado brasileiro.
O projeto destacou-se pelas entrevistas coletivas, realizadas nos dias 16 e 17 de setembro, cujo objetivo era fortalecer o relacionamento da TIM com a imprensa, já desgastado devido ao impasse na autorização de operação da empresa por parte da Anatel, Agência Nacional de Telefonia.
A entrevista do dia 16 foi realizada na sede da TIM, em São Paulo, contando com a presença de 80 jornalistas do Brasil e da Itália e teve imediata repercussão pela publicação de muitas matérias favoráveis à empresa, o que ajudou a consolidar sua imagem corporativa. No dia 17, realizou-se, na loja da TIM da rua Bandeira Paulista, um encontro entre os diretores gerais e os principais jornalistas de São Paulo para a apresentação de dados específicos sobre o mercado paulista de telefonia.
O planejamento dos eventos, o cuidado completo na sua realização detalhada, o treinamento de executivos da TIM e a correta execução de todas as ações que envolveram o “case” foram decisivos para a indicação do professor Roberto como ganhador do Prêmio Opinião Pública 2002.
O Canal RP cumprimento o professor Roberto, um dos mais jovens profissionais a ganhar a láurea de maior importância da profissão no Brasil, precisamente na categoria empresarial, que é de alta competitividade. Congratula-se também com a Edelman do Brasil, também agraciada com o mesmo prêmio em 2002.


Bruno Rossini e Leonardo Filoso

Saiba como fazer o currículo e se portar
na entrevista de seleção

A Rede de Relacionamento do curso de Relações Públicas recebeu, no final de novembro, Carla Fabiana Santos, do Grupo Catho, psicóloga, especializada em administração de Recursos Humanos, que promoveu movimentado workshop sobre elaboração de currículos para os alunos da primeira turma inscrita na Rede.
Em clima descontraído, Carla Fabiana, por meio de muitas dicas, ensinou como preparar um currículo e se portar em uma entrevista de seleção, indicando ainda como se vestir, o que falar e não falar ao examinador.
A palestrante ressaltou que é muito importante para os universitários começarem a atuar na área de sua profissão, já durante o curso de graduação, trabalhando como voluntários nas agências internas da universidade, experiência que pode ser depois incluída no próprio currículo, para valoriza-lo.
Em 2003, a Rede de Relacionamento promoverá novos encontros com o objetivo de preparar os estudantes para o ingresso seguro no mercado de trabalho.
O evento foi organizado pela professora Ms Márcia Perencin Tondato, coordenadora da Rede de Relacionamento e do Núcleo de Pesquisa da Agência de Relações Públicas com o apoio das estagiárias Natália Palmieri Fernandes e Cristina Ferrari Vendruscolo.


Artigo

Prêmio Opinião Pública merece maior atenção

Na edição anterior, noticiamos os vencedores do Prêmio Opinião Pública 2002. O evento aconteceu na Assembléia Legislativa de São Paulo, sem grande afluência de público e, ao que parece, sem merecer divulgação na imprensa. Foram dez “cases” vencedores, dois destaques e uma promoção dada ao trabalho premiado no XIX Concurso de Monografias e Projetos Experimentais de Relações Públicas – 2002, que em por objetivo estimular os jovens que estão entrando no mundo das Relações Públicas.
Entre as empresas ganhadoras encontravam-se Fundação Belgo-Mineira, Klabin Celulose Riocell, Basf S/A, Volkswagen do Brasil Ltda., Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha, Agência Nacional de Energia Elétrica, TIM Brasil S/A, Caterpillar Brasil Ltda., Editora FTD, Warner Bros South Inc., Caloi Norte S/A, Concessionária Rodovia Osório-Porto Alegre S/A, Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo.
Como se vê, um time respeitável, que apareceu acompanhado por Consultorias de Relações Públicas e profissionais de renome no mercado, ao lado de jovens relacionistas que despontam promissores, já laureados pelo prêmio maior da categoria.
Diante da excelência dos profissionais, das agências que os assessoraram e dos “cases” vencedores, cabe perguntar: por que o evento mereceu tão pouca atenção dos profissionais de Relações Públicas? Será que não acreditam em prêmios ou não se sentem mais estimulados a defender a sua atividade profissional, que alguns já consideram ultrapassada e sem sentido no mundo de hoje. Seja o que for, a pouca atenção dada ao Prêmio Opinião Pública é sintomática, principalmente quando se compara esse evento aos megaeventos dos publicitários, dos jornalistas e da Associação Brasileira de Comunicação Empresarial – Aberje, e outros. Talvez há quem afirme que esse descaso é devido às falhas da atual direção do Conselho de Profissionais de Relações Públicas. Jogar a culpa em outros é sempre uma forma medíocre de se esquivar de responsabilidades. Cada categoria tem os seus prêmios e os valorizam de maneira exponencial. Por que não acontece o mesmo com os profissionais de Relações Públicas?
O Prêmio Opinião Pública foi criado para revitalizar a profissão, promovê-la e divulgar para a sociedade o que Relações Públicas pode fazer em seu benefício. Tem por objetivo também valorizar os ganhadores, reconhecendo seu profissionalismo e dedicação às empresas a que prestam serviço. O prêmio representa a láurea máxima da categoria e como tal precisa ser visto de forma diferente pelos profissionais.
É a oportunidade para divulgar a atividade e a profissão junto aos empresários, à sociedade que dela tanto necessita para a defesa de seus direitos e interesses. Vamos torcer para que em 2003, o prêmio Opinião Pública mereça a justa celebração que lhe cabe.

Fábio França

 


Expediente

O Canal RP: informativo eletrônico produzido pelo Núcleo de Produtos e Instrumentos de Comunicação da Agência de Relações Públicas Unidade Experimental da Universidade Metodista de São Paulo (UMESP). Seu objetivo é divulgar e promover a atividade profissional, tendo como referencial a qualidade UMESP e seu curso de Relações Públicas.


Equipe de Produção


Editor: Professor Ms. Fábio França (MTB1880)
Revisão: Professora Ms. Débora Marie Tamayose
Equipe de Redação: Bruno Crepaldi Rossini, Daniel Kazuiti Kaga, Edson Rafael Baggio, Fabiana Rossi, Guilherme Mendes, Isabella Lopes H. de Freitas, Leonardo Filoso e Rogério G. de Oliveira
Coordenador do Núcleo de Produtos: Prof. Ms. Fábio França CONRERP SP/PR-586
FACULDADE DE JORNALISMO E RELAÇÕES PÚBLICAS
Diretora e Coordenadora do curso de Relações Públicas: Profa. Dra. Maria Aparecida Ferrari

E-mail: canalrp@metodista.br

E-mail: agenciarp@metodista.br